"Escrever é fácil: você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca idéias."

- Pablo Neruda

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Movimento popular vai levar carta de brasileiros à presidente eleita



Caminhada parte de São Paulo em 21 de novembro e deve chegar a Brasília no dia da posse em 1º de janeiro

Desvinculada de partidos ou instituições oficiais, um grupo de brasileiros tomou a iniciativa de levantar as principais reivindicações e desejos de seu povo para levar à presidente eleita Dilma Roussef um documento intitulado “Carta de um brasileiro”.

O documento será entregue em Brasília, no dia da posse da nova presidente, em 1º de janeiro, pelo professor universitário de comunicação social, Backer Ribeiro Fernandes, que idealizou o projeto. “A ideia foi criar um espaço para manifestação espontânea dos brasileiros, estabelecendo uma comunicação direta com o próximo governante”, explica.

Para elaboração do documento inicial, o IBOPE fez uma pesquisa, no período de 15 a 18 de outubro, com 2002 pessoas em 140 municípios brasileiros, com a pergunta: “Se você pudesse se encontrar com o presidente eleito por apenas 5 minutos, o que você pediria a ele para si mesmo?” Esta pesquisa de opinião pública em todo o território nacional levantou os principais “pedidos” do povo brasileiro ao futuro governante.

Ao levantamento inicial serão agora acrescidas as opiniões e manifestações dos internautas no site www.cartadeumbrasileiro.com.br. “O resultado da pesquisa e da consulta on line irá nortear o conteúdo da carta, constituindo-se num documento valioso que poderá contribuir com o planejamento das ações sociais do futuro governo”, comenta Fernandes.

A etapa agora é de mobilização para agregar valor à carta. Para que as pessoas possam se manifestar pessoalmente, Fernandes fará um longo percurso: parte a pé de São Paulo no próximo dia 21 de novembro, devendo chegar a Brasília no dia da posse da nova presidente. Serão 40 dias de caminhada (a uma média de 30 quilômetros por dia). Para enfrentar o desafio, o professor está passando por treinamento, supervisionado por médico, preparador físico e nutricionista. “Para quem não é um maratonista, é muito provável que surjam dificuldades físicas ao longo da caminhada”, conta. “Mas o esforço vale a pena, pois representa uma alternativa de participação popular na política nacional”.

Durante a caminhada, Backer Fernandes será acompanhado por uma equipe de cinco profissionais que irão registrar em vídeo e postar informações e fotos no site do movimento, além de alimentar as redes sociais como Twitter e Facebook. “Esperamos que as pessoas se identifiquem com a proposta e se manifestem, criando uma nova cultura de participação”.

Para Fernandes, o ponto alto do movimento é a possibilidade de dar visibilidade a diferentes perfis de um mesmo país. As informações que podem surgir de cada região, cidade, vão expressar tanto necessidades macro como micro, que podem ser aproveitadas por governantes e instituições mesmo após o término do projeto, pois os pedidos postados ficarão disponíveis no site. “Será uma oportunidade de utilizar a tecnologia como ferramenta para dar voz ao brasileiro”.

Emprego é prioridade para o brasileiro – A pesquisa, disponível na íntegra no site, revela de imediato que a grande preocupação do brasileiro é com o emprego, apontado espontaneamente por 36% dos consultados, em todas as classes sociais, sexo, nível de escolaridade e região.

“O fato do emprego ser o top of mind dos desejos levanta uma questão muito importante, uma vez que a taxa de desemprego é a mais baixa quando comparada com a série histórica, algo em torno de 7 a 8%. Isso indica que o problema não está em encontrar emprego mas sim na qualificação do trabalhador, já que o Brasil está precisando e tem importado mão-de-obra qualificada”, explica Fernandes. Os dados obtidos estão, neste momento, sendo analisados pela equipe de apoio.

Backer Ribeiro FernandesSobre o idealizador do projeto – Backer Ribeiro Fernandes, 43 anos, é paulista e comunicador. Doutorando e professor conferencista da ECA/USP, mestre pela Universidade Metodista de São Paulo, relações públicas formado pela Faculdade Cásper Líbero. Professor do curso de Relações Públicas da FAAP (SP) e da Pós-Graduação (Lato Sensu) em Comunicação Empresarial e Marketing Institucional da Universidade Metodista e da Universidade Braz Cubas. Diretor da Communità, consultoria especializada em comunicação para a sustentabilidade. Carta de um brasileiro é resultado de um projeto desenvolvido por Fernandes junto a outros comunicadores, que teve início em 2007.

Mais informações sobre Carta de um brasileiro estão disponíveis no site www.cartadeumbrasileiro.com.br


Mais informações para a imprensa:
Juliana Lira | (11) 9111-5181
Mariana Moraes | (11) 7624-1639
imprensa@cartadeumbrasileiro.com.br | www.cartadeumbrasileiro.com.br | @cartabr

Um comentário:

Carolina P. disse...

Uma otima forma de reinvidicar, uma vez que, assim, não poderá ser usada a frase "mas eu não recebi nenhuma reinvidicação" e dessa forma, poderão ser feitas algumas melhorias no país, assim espero.
beijo